Últimas Notícias

VEJA VÍDEO: Secretária filha do prefeito de Mari/PB emite Nota de Repúdio contra vereadora aliada de Antônio Gomes por críticas feitas à Educação


Em Mari, na zona da mata paraibana, na manhã deste domingo (8), a secretária de educação do município, Rosemagna Cunha, a qual é filha do prefeito Antônio Gomes, publicou em seu perfil no facebook uma Nota de Repúdio contra declarações da vereadora aliada da gestão, Marilene Rufino (PSD), quando ela esteve em entrevista no programa Araçá em Debate, na rádio da cidade neste sábado (7).

Durante a entrevista, a vereadora não poupou críticas à todas as áreas da gestão, afirmando que a mudança prometida, não chegou, e fez uma séria crítica a respeito da área de educação: “Sobre a pergunta do ouvinte, eu quero dizer que, inclusive em conversa com a secretária de educação, eu cheguei a questioná-la sobre isso... porque eu tenho visitado algumas escolas e vi que realmente existem profissionais que não estão qualificados pra área.Sesão promessas e se tem espaços, vamos atrás de profissionais, de pessoas que realmente estejam qualificados para trabalhar na área.Não adianta porque eu cheguei pra ti e digo, tem uma vaga em tal lugar... e eu vou tentar te encaixar de todo jeito? E o teu trabalho lá, como é que vai ser? Vai ficar a desejar? Vai. Muita gente vai avaliar e vai dizer: ‘olha não tem pessoas qualificadas para realizar determinado trabalho.’ E eu cheguei a conversar com a secretária sobre isso, porque a onde eu vi, eu enxerguei que até diretores mesmo... e eu até propus a ela que faça uma reunião com toda sua coordenação e toda sua diretoria... e às vezes há problemas que são causados por esses profissionais que são colocados em determinadas áreas sem qualificações. E é isso que a secretária tem que rever... se você tem um funcionário que não é adequado ou não está qualificado a determinado setor, muda-se, faz o remanejamento.” – disse a vereadora, com base em visitas que teria feito às escolas e mostrando-se preocupada com a qualidade da educação no município.

ASSISTA AO VÍDEO DO MOMENTO EM QUE A VEREADORA MARILENE FEZ A SÉRIA CRÍTICA Á ÁREA DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO:


 Bastou as críticas da vereadora aliada para que houvesse a reação da secretária de educação, Rosemagna Cunha, que publicou em suas redes sociais a seguinte nota:


NOTA DE REPÚDIO

A Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer do município de Mari/PB, vem através desta nota, manifestar seu total repúdio às declarações da vereadora Marilene Rufino, acerca da qualificação dos profissionais da rede pública municipal de ensino. O corpo docente do município de Mari/PB constitui-se em sua totalidade de profissionais com qualificação para o exercício do Magistério, para além da formação obtida através de anos de estudos em universidades/faculdades, nossos profissionais são exemplos de comprometimento e dedicação à tarefa de educar/formar os filhos dos cidadãos marienses, profissionais estes, dignos de todo respeito, admiração e valorização da sociedade mariense. Me causa profunda tristeza saber que uma representante do povo, eleita através do voto popular, inclusive de professores, dirige-se à classe dessa maneira, afirmando haver pessoas sem qualificação nas salas de aulas das unidades escolares de nossa rede de ensino. Contamos com mais de 95% de profissionais efetivos através de aprovação em concurso público, os poucos profissionais em exercício do magistério nas salas de aulas atualmente, sem vínculo efetivo, são justificados por contratações excepcionais para cumprimento de licenças de profissionais com tempo determinado para conclusão da prestação de serviços. Mesmo assim, estes são selecionados através de análise curricular, seguindo orientações da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - L.D.B. nº 9.394/96, em seu Art. 62. A formação de docentes para atuar na educação básica far-se-á em nível superior, em curso de licenciatura plena, admitida, como formação mínima para o exercício do magistério na educação infantil e nos cinco primeiros anos do ensino fundamental, a oferecida em nível médio, na modalidade normal. (Redação dada pela lei nº 13.415, de 2017).

Diante do exposto, esta secretaria reafirma seu repúdio às declarações da vereadora supracitada, ao tempo que lança à mesma o desafio de apontar quais são os profissionais sem qualificação que ela afirma existir nas salas de aula.
Aproveito ainda, para solidarizar-me com toda a classe de profissionais que compõem o corpo docente da rede pública municipal de ensino de Mari/PB, profissionais profundamente ofendidos com tais declarações, considero tal ato inadmissível, lamentável e deixo claro que não nos calaremos diante quaisquer atitudes que possam questionar, levianamente, a qualificação e a qualidade do trabalho realizado pelos profissionais que constituem a educação mariense, a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer reconhece e valoriza o brilhante trabalho prestado por esses profissionais a toda sociedade mariense.

Mari/PB, 08 de julho de 2018.

Rosemágna Cunha da Silva
Secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer – Mari/PB


Uma gestão ofensiva e fechada para as críticas é o que se percebe com a nota publicada pela secretária de educação, Rosemagna Cunha, que parece tentar colocar os profissionais de educação em rota de colisão com a vereadora devido a uma crítica que expõe uma situação muito séria e lamentável na educação do município, mas que também é uma crítica que não parece ter sido feita a todos os profissionais de educação, mas a determinados casos.

O que se entende é que o clima não anda bem dentre os próprios aliados da gestão municipal que parecem estar em pé-de-guerra e com a liderança de Antônio Gomes em declínio, já que aliados próximos dizem que um pequeno grupo de aliados advindos da rádio da cidade é quem anda fazendo e desfazendo como querem na gestão, enquanto Gomes apenas assiste inerte, enquanto perde o as rédeas administrativas e políticas de seu grupo.

O espaço do Portal Umari está aberto para as partes citadas nesta matéria se manifestarem, caso desejem.


Da Redação
Do Portal Umari
Com *Fotos retiradas das redes sociais.





2 comentários:

  1. Bem, como cidadão, parabenizo a atitude da vereadora, parece que alguem resolveu trabalhar naquela casa dando a entender merecer receber salário. Entretanto ao comentário da senhora secretária, existem controvérsias, nem todos os profissionais, mesmo com curso superior, sao qualificados, ou nao existe vontade para exercer a sua funcao. Sou esposo de funcionária pública, que me relata situações em que um gestor não deve cometer erros, mas no local de trabalho dela estão em demasiado exagero. A pedido de minha diginissima esposa não vou voum e, mas fica a dica a secretária para averiguar em todas as escolas, quem dabe ela não acha! Obs sou eleitor do pai dela.

    ResponderExcluir
  2. eu acho essa vereadora muito politiqueira coneço ela de perto, ela quer que o prefeito arrume emprego para o marido ele, e mais nada

    ResponderExcluir

Portal Umari - O fato em primeira mão! by PortalUmari Copyright © 2014

Tecnologia do Blogger.