Últimas Notícias

Segurança da Paraíba apresenta números de redução de criminalidade e disponibiliza plataforma pública com acesso a dados on-line


Em 2021, a Paraíba fechou o ano com a 2ª menor taxa de homicídios por 100 mil habitantes dos últimos 12 anos e voltou a reduzir as ocorrências de assassinatos em números absolutos (1.161 contra 1.166 casos). No 1º quadrimestre de 2022, a diminuição das ocorrências continua, com queda de 4% nos crimes contra a vida registrados em território paraibano.

Os dados são da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Sesds) e foram apresentados ao governador João Azevêdo na tarde desta quarta-feira (25), por meio de uma nova ferramenta desenvolvida pela pasta, que disponibiliza o acesso aos resultados de indicadores criminais da Segurança Pública, pelo endereço https://paraiba.pb.gov.br/diretas/secretaria-da-seguranca-e-defesa-social/indicadores-criminais . Os números são atualizados diariamente e permitem acesso aos dados de forma qualificada.

Na reunião, realizada no Palácio da Redenção, o governador João Azevêdo destacou as prioridades na área de segurança e frisou a necessidade de divulgar a plataforma desenvolvida pela pasta, pela confiabilidade e transparência dos dados. “É fundamental que tenhamos a consciência de que o melhor serviço tem que ser prestado à população. Através da Secretaria da Segurança, temos um canal aberto para que possamos buscar sempre unir esforços e realizar investimentos necessários, como o que viemos fazendo, em equipamentos, tecnologia, estruturas físicas, a exemplo dos Centros Integrados de Comando e Controle, que representam R$ 100 milhões. Em relação aos indicadores, essa plataforma representa acesso, transparência e resultados positivos. Por isso, vamos dar a publicidade necessária e de grande importância para que toda a sociedade possa ter acesso a esses números”, afirmou.

O secretário da Segurança e Defesa Social, Jean Nunes, falou que o alinhamento das forças de Segurança tem sido uma constante no estado e reúne não só os órgãos operativos da pasta, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar, mas também Departamento Estadual de Trânsito e Secretaria de Administração Penitenciária. “Isso tudo graças ao alinhamento estabelecido pelo Governo do Estado para que a Segurança avance. Agradeço o empenho de todos desde 2019, passando pelo período de pandemia e agora podendo estar aqui apresentando resultados no ano passado e também este ano. Temos uma Segurança com muita energia, comprometida e envolvida como o plano de ações de enfrentamento da violência que estabelecemos no Estado”, pontuou.

Ainda estiveram presentes no encontro, o secretário-executivo da Sesds, Lamark Donato; o comandante da Polícia Militar, coronel Sérgio Fonseca; o comandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Marcelo Araújo; o delegado geral de Polícia Civil, André Rabelo; o secretário de Administração Penitenciária, João Alves; o superintendente do Detran, Isaías Gualberto,  além do subcomando das instituições e gestores regionais e locais.

Balanço do quadrimestre – Somente nos primeiros quatro meses do ano, além da queda de 4% nos homicídios, houve 6% da redução de roubos, queda de 9% nos furtos de automóveis, redução de 49% nos roubos em transportes coletivos 1.214 veículos recuperados pelas polícias,  700 vidas salvas em acidentes no trânsito, 23 vidas salvas em socorro de tentativas de homicídio,  870 presos por crimes graves em mais de 3,5 mil operações de prevenção e repressão qualificadas. Também foram retirados das ruas 726 quilos de drogas das ruas e 894 armas de fogo.

Balanço de 2021 – O resultado do trabalho das forças de Segurança Pública – Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar ainda atingiu uma diminuição de 14% dos crimes contra a vida em três anos (2019-2021), em relação aos 36 meses anteriores. Os assassinatos de mulheres também tiveram queda (-12%), assim como os feminicídios (-11%) e latrocínios (-15%). Também de janeiro a dezembro de 2021, 55 municípios da Paraíba não registraram ocorrência de assassinato. Desde 2019, 15 cidades permanecem homicídios.

A Sesds ainda aponta redução dos Crimes Violentos Letais Intencionais – homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte em morte, em 10 Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp): João Pessoa, Santa Rita, Cabedelo, Guarabira, Campina Grande, Queimadas, Esperança, Monteiro, Patos, Princesa Isabel, Itaporanga, Catolé do Rocha, Sousa, Solânea e Juazeirinho.

Os ataques a instituições financeiras tiveram uma redução de 31% em 2021, em relação a 2020, e uma queda acumulada de 91% desde 2016. Foram 11 ocorrências no ano passado e 16 nos 12 meses anteriores. Em 2016, os registros chegaram a 120 ataques no estado.

A prevenção e repressão qualificada aos crimes patrimoniais reduziu as ocorrências de roubos no Estado. Em três anos, foram 39% de diminuição nos casos em geral e menos 7% nos roubos e furtos de carros e motos. Ao mesmo tempo, em 2021, 3.982 veículos roubados foram recuperados pelas Polícias da Paraíba e devolvidos aos seus proprietários. No total estão 2.335 motos, 1.624 automóveis e 23 caminhões.

As Polícias da Paraíba também retiraram de circulação 3.592 armas de fogo, entre revólveres, pistolas, espingardas e demais armamentos em 2021. Desde 2019, esse número chega a 10,8 mil armas que deixaram de circular nas ruas dos municípios paraibanos. No ano também foram apreendidas quase 5 toneladas de entorpecentes (4,933 T), o que representa um recorde. Em três anos, foram 10,7 T que deixaram de ser comercializadas.

Em 2021, as ações das forças de segurança Pública resultaram na prisão de 18,2 mil pessoas no ano, sendo 3.004 por crimes graves. Desses, foram 1.237 mandados de prisão cumpridos, 1.022 prisões por roubo, 395 prisões por homicídios, 306 por roubo ou furto de veículos e 44 presos por ataques a bancos.

Além disso, um total de 3.229 vidas foram salvas por homens e mulheres do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba, em ocorrências de resgates em acidentes de trânsito e também em casos de tentativas de homicídio.

Todos os policiais militares, policiais civis, bombeiros militares que trabalham nas Áreas Integradas que reduziram homicídios fazem jus ao Prêmio Paraíba Unida pela Paz. De 2019 a 2021, o Governo da Paraíba pagou mais de R$ 39 milhões em prêmios para 45.740 profissionais de segurança pública, incluindo os policiais penais.

Da Redação

Com Portal do Litoral

O PortalUmari esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É importante informar que qualquer exagero político e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PotalUmari o gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário, agradece o administrador do PortalUmari Carlos Alcides.

Portal Umari - O fato em primeira mão! by PortalUmari Copyright © 2014

Tecnologia do Blogger.